Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

O que é o campo sistêmico e qual a importância dele?

O termo sistema ou campo sistêmico é amplamente utilizado nas Constelações. Descubra finalmente o que ele significa.

Em primeiro lugar, para compreender mais claramente o conceito de sistema, vamos analisar alguns exemplos:

1- O corpo humano

O corpo humano é um conjunto de órgãos e cada um deles funciona para a manutenção da sua saúde e vida.

O trabalho em conjunto e a função vital de cada um deles representa o sistema que te dá vida.

2- Uma orquestra

Você já imaginou se, durante uma apresentação de orquestra, um violinista decide tocar mais rápido que os outros?

Ou se um flautista decidisse tocar um tom agudo em meio a um refrão grave?

Numa orquestra, cada um tem o seu papel e cada um deles é fundamental para a harmonia do trabalho final.

Por isso uma orquestra representa bem um sistema.

Sendo assim, podemos dizer que:

“Um sistema é um conjunto de elementos inter-relacionados que têm um objetivo comum”.

Leo Passos

Sejam músicos tocando uma sinfonia, seja uma mãe cuidando do filho, seja uma avó olhando pelo neto…todos eles fazem parte de um sistema.

Além disso, todos os sistemas possuem características e leis, independentemente da área onde se encontram.  

Estas características coexistem numa contínua relação de mudança.

A visão do campo sistêmico

A visão sistêmica é ampla e se aplica ao olharmos além do indivíduo.

Através dela, vemos o todo e nos tornamos mais conscientes da realidade.

Além disso, o olhar do observador se torna mais abrangente e menos reativo. Ou seja, aprendemos a aceitar fatos que não podemos mudar e parar de julgar outros acontecimentos.

A representação mais simples para um sistema é uma espécie de teia.

Imagine uma família formada por pai, mãe e três filhos.

Agora imagine-os passando entre si um rolo de linha de crochê, de modo aleatório, no qual cada um segura uma parte da linha.

Se o pai puxa um dos lados da linha dele, este movimento influencia diretamente quem a está segurando. E assim por diante.

Isso exemplifica, de forma simples, que as pessoas da família fazem parte do mesmo sistema. É este sistema que, de modo invisível, atua sobre as relações entre todos os membros da família.

E os movimentos que regem a vida de cada um dentro do sistema podem ser conscientes ou inconscientes.

De qual sistema ou campo sistêmico posso fazer parte?

A família de origem é o nosso primeiro sistema. Pai, mãe, irmãos e irmãs, avôs e avós fazem parte dele. Também chamamos este de sistema de origem.

Outro exemplo ocorre quando as pessoas se casam e constituem um sistema familiar.

Além dos exemplos citados acima, ao fazer parte de uma associação, de um clube ou de uma escola, isto também configura participar de um sistema.

Na fase adulta, as pessoas passam a fazer parte de sistemas de trabalho, quando vão trabalhar em alguma empresa, ou criam um sistema próprio, ao abrir uma empresa.

Estes são alguns exemplos de sistemas e suas aplicações.

É importante ressaltar que: em todos os sistemas costumam haver conflitos.

Por isso a Constelação Sistêmica consegue trazer clareza e leveza aos participantes que constelam, pois eles tem a chance de ampliar a visão de determinadas situações e passam a enxergar o que estava oculto, mas atuante.

Se você tem alguma questão familiar, profissional ou empresarial, que necessita de respostas, busque algum workshop perto de você, feito por algum profissional capacitado.

A compreensão aprofundada que a Constelação Sistêmica nos proporciona pode até mesmo revelar padrões negativos instaurados em sistemas por várias gerações.

Leo Passos

Leo Passos

Deixe um comentário